Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

fevereiro 2014: o que teve

Todo final do mês tento fazer um post com uma pequena retrospectiva das coisas que aconteceram. Se alguém quiser aderir à brincadeira, me avisa pra eu linkar aqui? Eu divido em coisas que assisti, li e ouvi, mas vocês podem adicionar qualquer coisa. As meninas do Cenas do Rio e do LePortugo já estão participando. Veja os outros posts da série aqui.
Assistindo: Game of Thrones. O meu pacote da NET não tem HBO mas essa linda resolveu liberar um pouco da sua programação no NOW e a primeira temporada de Game of Thrones estava entre eles. Fiquei viciada e assisti toda ela em dois dias. Meu núcleo preferido dessa temporada foram o casal  Khal Drogo e Daenerys. Ele já entrou na minha lista de homens dos sonhos e ela na lista de mulheres para invejar - acho ela linda demais. E TIPO ELA DESCENDE DE DRAGÕES, quer coisa mais mágica? E o cabelo? Quero platinar o meu e imitar todos os penteados dela. Ok, do Drogo também. Hahaha, aquelas. Mais alguém assiste? EMOSSAUM DEMAIS NO FIM DA PRIMEIRA TEMPORADA. Só assisti a primeira, por favor não spoilem o resto! Huhuhu. 
Seus lindos :~
Lendo: A Insustentável Leveza do Ser, de Milan Kundera. Sabe quando você pega bode de um livro? Ouvi tanto falar dele que enojei um pouco. Aí esse verão decidi dar uma chance e me surpreendi muito positivamente. Isso é pra eu aprender a não ser preconceituosa. Ah, eu tenho um perfil no Skoob, se alguém também usa me adiciona lá para trocarmos figurinhas :)
Ouvindo: Nunca pensei que um dia ia me tornar uma dessas pessoas, até porque sou uma City Girl com muito orgulho, mas ando achando muito agradável essa lista do Grooveshark de... Sons da natureza. WHAT?

mais laricas

Oi, vim aqui fazer você passar fome novamente (lembram desse post?).
Fui novamente na padaria La Tasca (falei sobre nesse post aqui). O que eu gosto desse conceito de tapas (tipo petiscos variados) é que você descobre umas combinações que nem sabia que eram gostosas. Tipo presunto e abacaxi, WTF e é uma delícia.
Tem esse restaurante aqui em Porto Alegre que eu amo, o nome é Umberto. Foi lá que comi esse filé mignon com batata gratinada e crème brulée de sobremesa. Estão pra inventar doce com nome mais fresco que esse né :)
No mesmo restaurante (em outro dia gente, porque né) comi essa salada delícia com crispy chicken e fiquei fissurada em aprender a fazer frango fritinho assim. Parece bacon mas é frango, coisa boa. De prato principal, macarrão e salmão. Preciso dizer que estava uma delícia?
Torta que eu e amigos fizemos um dia as 5 da manhã depois de uma partina eterna de War. Aslokas cozinhando e abrindo massa de madrugada <3 A receita já apareceu por aqui. À direita, suflê de cebola e cenoura: corte uma cebola grande em pedaços pequenos e rale duas cenouras. Refogue a cebola na manteiga até ficar bem transparente, adicione as cenouras raladas, 2 colheres de farinha de trigo e 1 xícara de leite. Mexa até virar uma gosma, tempere e desligue. Pré-aqueça o forno em 200ºC. Separe a gema da clara de 2 ovos, bata as claras em neve e reserve. Coloque as gemas na frigideira com a meleca de farinha, leite, cebola e cenoura e misture. Passe essa meleca pro recipiente que vai ao forno e vá incorporando as claras em neve à meleca, mexendo bem devagar. Vai ao forno durante uns 30 minutos, ou até você espetar um palito e sair seco. É meio trabalhoso mas é ótimo.
Tem essa creperia aqui na cidade chamada Joana D'Arc, mas eu gosto mesmo é das bruschettas, especialmente a de gorgonzola com pêra (outra combinação louca que eu jamais imaginaria que ficasse bom). Nesse dia deu a louca neles e eles resolveram colocar uma fatia de queijo por cima de tudo então a cara tá meio feia. Fica na Olaria (tipo um micro shopping) e gosto de ir ali tomar um chope no Happy Hour e depois pegar um cineminha.
Descobri essa outra padaria que tem comidinhas gostosas, o nome é The Public Market. O lugar é um amor, os pães são ótimos e os sandubas de outro mundo. Esse da foto é o Chelsea Market, de filé mignon, cogumelos, cebola roxa e queijo emmental. E o mini ovo frito, gente? Coisa mais fofa desse mundo.
E um sorvetinho delícia pra fechar o verão com chave de ouro :)

instagram pictures #14

Mais um apanhado de fotos do instagram :) Meu username é lileord, se alguém quiser me seguir.
Sabe quando você vai fazer uma coisa muito chata e de repente se dá conta de que está num lugar muito agradável, apesar dos pesares? Então, minha carteira de motorista venceu e tive que ir em um CFC para renovar e refazer o exame médico. E não é que encontrei esse cantinho fofinho por lá? Me diverti tentando imaginar quem é que cuida das plantinhas...
Rolou um projeto aqui em Porto Alegre chamado Bueiro com Arte, não é a coisa mais fofa? Encontrei esse post sobre o assunto. Ainda quero andar pelo bairro Cidade Baixa (onde rolou a ação) inteiro e procurar mais boeiros legais, por enquanto dei de cara com uns 5 só... Essa árvore encontrei numa ruazinha do mesmo bairro, adorei o look do dia dela.
Apesar de ser meio chato praia na chuva, o arco-íris no meio do dia compensou. É Deus, mamãe (vocês já viram esse vídeo? É engraçadíssimo!). Que tal o namorado com uma mini cabeça de Elton John? <3
As fotos do Pipe sendo lindo na rede têm feito sucesso no meu instagram. Vontade de morder e arrancar um pedaço fora.
Tenho feito algumas aquarelas ultimamente mas não sou muito boa, nada sai do jeito que eu quero. Acho que não tenho o material apropriado também: o papel que estou usando não é da gramatura certa e tenho só um pincel. Não sei o quanto isso influencia, mas decidi que só vou comprar outras coisas em relação à aquarela quando terminar essa primeira caixa de tintas que comprei. Vai que é só uma coisa momentânea e eu vou lá e gasto $ demais pra uma coisa que eu não pretendo seguir em frente.
 Essas fotinhos só estão aqui porque queria indicar esse aplicativo pra vocês: o nome é Studio Design (ou Studio+) e é de graça. É o primo pobre do A Beautiful Mess que fez sucesso quando surgiu, mas eu sinceramente acho que esse é mais legal (não só porque é de graça). Não é muito bom para editar fotos no geral, mas as sobreposições são incríveis. E tem vários pacotes de imagem de graça, é só ficar de olho :)

como o pipeline se sente quando está na praia

Pipeline adora a praia. As atividades litorâneas preferidas dele são: caçar quero-queros, brincar de bolinha e relaxar na rede.
Carinha de feliz mais fofa do mundo.
OI GENTE, ADORO UM COLINHO E UM BALANCINHO NA REDE.
Por falar nisso, todo mundo já viu esse vídeo que postei no instagram? E esse? <3 <3 <3

queen of the sea

De volta em casa, já fiquei com saudades da praia. Aguardando ansiosamente o carnaval :) Tirei algumas fotos lá, mas todas são de celular então não esperem grandes coisas.
Ahhh, a gloriosa praia de Rainha do Mar...
Parece que esse ano as aulas letivas começaram mais cedo. O resultado foi uma praia vazia bem do jeito que eu gosto :) Melhor coisa praia na baixa temporada.

O meu QG é sempre perto da casinha de salva-vidas número 100. É lá que você vai me encontrar lagarteando, tomando cerveja e comendo tudo que qualquer tiozinho passar vendendo milho verde. Uma vez caminhei até a casinha 127 e foi a caminhada mais eterna que já fiz.
 Essenciais da beira do mar. Só faltou a canga, se bem que quem nunca sentou em cima da havaianas? Já terminei de ler A Insustentável Leveza do Ser e adorei. Mais alguém leu? :)
Apresento-vos o famoso chocolatão, como chamamos as praias do litoral sul quando estão cobertas de esgoto algas e ficam da cor marrom. O pato (marreco? cisne? gaivota?), completamente alheio à esse fenômeno, pesca na beira do mar :) Apesar do mar feinho, adorei essa foto.

mi casa

Estou passando uns dias na casa do meu pai, que mora na praia, e já estou com saudades da minha casa. É bom ficar longe da muvuca da cidade, mas consegui vir pra praia nos piores dias do ano: só chove. Quando a chuvinha dá uma trégua, passo protetor solar correndo e vou pra piscina. Consegui pegar uma corzinha, fui de branca como a neve para branca como o leite :)
Essas fotinhos do meu apartamento me deixaram com mais saudades.
Minha avó nos deu de presente essa rede e minha vida melhorou uns 200%. Pra mim, nada melhor do que uma rede pra relaxar. Pipeline também ama (quem tem acompanhado meu instagram sabe). Adoro essa parte da casa, pega bastante sol e é super agradável.
Do lado da rede tem uma mesinha cheia de plantas que gosto de cuidar. Espero que minha mãe esteja lembrando de regá-las (ALÔ, MÃE?). Esses dias fiquei bem chateada porque o calorão que estava fazendo matou meu manjericão que já tinha mais de dois anos :( essas são as sobreviventes. 
Esse São Jorge tem uma longa história. Ele é enorme e foi comprado em Salvador. Trouxemos no avião e inclusive pagamos aqueles Protect Bag, que enche de plástico bolha para não quebrar. Chegou em Porto Alegre em pedacinhos, óbvio. Passei meses colando tudo de volta. Foi tipo uma missão. Quando consegui terminar nem acreditei. Tive que repintar algumas partes e preencher outras com poxipol, porque tinha pedaços que simplesmente se desintegraram. Se você olhar bem dá pra ver as rachaduras. Lá em casa não somos religiosos, mas o mito entorno de São Jorge me interessa muito :)
Essa foto está aqui só pra mostrar a linda arrumação que fiz nas prateleiras da sala. Huhuhu. Achei que ficou tão linda. Eu não gosto muito dessa estante, acho linda mas muito escura. Acho que pintar o fundo de uma cor mais clara faria maravilhas por ela, mas ela é toda original e dá pena. Ainda quero arrumar todos esses fios feios, dar um jeito de não deixá-los a mostra, mas sou um zero à esquerda nessas tecnologias e tenho medo de desconectar tudo e nunca mais conseguir conectar, huhuhu. Na verdade acho eletrônicos horríveis no geral: televisões, caixas de sons, dvds... Por que não investem em um design decente pra essas coisas hein? Não reparem nas duas prateleiras de baixo à direita, ainda não cheguei naquela parte ainda. Huhuhu.

louboutins pt. 2

Ando numa fase dourada da vida de sapatos. Vide os dois sapatos abaixo, que se eu visse há um ano atrás jamais compraria. O azul (verde? verde azulado? azul esverdeado? verde água? água não é azul? nada mais faz sentido) é o meu preferido ultimamente. Também não compraria um sapato nessa cor, mas acho que estou em uma nova fase de sapatos. Ando me interessando pelos mais chamativos. A alpargata é amor verdadeiro, amor eterno. Usei tanto que vou ter que deixar ela de lado por uns tempos, por motivos de chulé conservação.
Ó mais dourado aí. A sobrinha do namorado falou que elas eram sapatos de princesa e depois disso usei elas durante cinquenta dias porque um sonho: ser princesa :) Kate, sua vaca. O tênis rosa é outro que achei que quase não ia usar quando comprei, mas é a coisa mais delícia desse mundo. Ele é ultra confortável e aberto e está durando mais do que eu pensei, já que custaram 6 dólares na H&M.
Tanto dourado me lembrou de uma fase que eu super cogitei colocar um dente de ouro, just because, e aí me lembrei do pirata que habita minha parede que tem um dente de ouro feito por mim de canetão:
E desse anjinho/fofão que habita minha tv. É tão feio e querido ao mesmo tempo. Como não amar?

logo aquarelado

Pretendia usar essa aquarela que fiz à mão para o próximo layout do blog, mas no fim não gostei muito do resultado. Acho que tenho que aprender mais sobre aquarela, especialmente flores. Achei feias.
Também tenho a impressão de que ao passar a imagem pro computador, perdeu um pouco da graça. Não que eu tenha me esforçado muito, tirei foto com o celular. Acho que vou pegar a câmera, iluminar direitinho e fotografar. Ou pedir para alguém escanear, talvez fique melhor.
O que vocês acham?

Hairstyle gone wrong

No fundo eu acho que as pessoas só acessam meu blog pra acompanhar a vida do Pipeline. Ele é o cachorro mais fofo do mundo. Você acha seu cão adorável? O Pipe éra mais. Brinks, gente (mas é).
Acredito que 99% da fofura dele vem da sua pelugem. É a arma secreta dele.
Com esse calor escaldante que tem feito, o pobre do bichinho anda sofrendo e fui obrigada a tosar ele. Descobri que a tosa é a kriptonita do Pipe. Vide: 
OMG, tão adoravelmente feio! Hahaha. Meu passatempo agora é ficar tentando descobrir com o que ele se parece.
Frango assado foi a primeira coisa que veio em mente. A melhor referência de todas foi um amigo meu que lembrou: as enguias Pedro e Juca de A Pequena Sereia. Outro que já saiu foi a versão canina do gato Sphynx. Aliás, adoro essa raça de gato, eles são tão adoravelmente feios. Alguém tem mais uma idéia? Hahaha.
 
SAUDADES.

6x6: dia-a-dia

Estou participando com algumas meninas de um 6x6 (6 fotos todo dia 6). Acontece que tive alguns imprevistos e acabei atrasando e usando algumas fotos do celular. Hihihi, shame on me. No próximo vou me esforçar mais.
Escolhemos um tema mais ou menos no sentido de 'quem sou eu no dia-a-dia', achei a idéia legal. Tentei passar mais ou menos o que aconteceu em um dia da minha vida.
Hambúrguer delícia do almoço.
Aquarelas do dia. Tenho treinado bastante, mas ainda não peguei o jeito da coisa. Huhuhu.
Milkshake da tarde. Só bater leite com sorvete no liquidificador. Aqui você pode observar minhas inhabilidades como fotógrafa. Tentei dar um clima de movimento para a foto só que não, saiu tremida.
Pipeline na janela: ápice do dia.
Essenciais do dia e da vida. A pulseira é xodó, uso sempre, mesmo estando toda torta. Me custou um dólar e um beijo (na bochecha, gente!!) no tiozinho que estava vendendo :) Aqui você também pode observar minhas habilidades como fotógrafa, meu plano realmente era aparecer na imagem, fazendo um contraponto entre o óculos de sol e a minha pessoa, sendo que o ventilador representa os dias de calor que estamos passando aqui em Porto Alegre. Só que não também.
Visitem os blogs das outras meninas que são muito mais habilidosas do que eu (e algumas também são atrasadas como eu <3):

filme: blue jasmine

Sempre gostei do Woody Allen. Odiadores odiarão. E aí que saiu o filme novo dele e eu não via a hora de assistir. Recrutei uma amiga para ver comigo no cinema. Recrutem uma amiga gente. Você vai querer babar nos caras bonitos e nos figurinos. No caso específico desse, você vai invejar a Cate Blanchett e querer roubar a fonte da juventude que ela tem no porão da casa dela. E depois ainda vai querer ficar horas discutindo todas as questões existenciais que o filme traz e relacionar com sua vida, embora você nunca tenha passado por nada parecido. Nada de ver filme do Woody Allen com namorado, sempre um erro, vão por mim, já tentei.
Sinopse: Uma mulher rica (Cate Blanchett) perde todo seu dinheiro e é obrigada a morar em São Francisco com sua irmã (Sally Hawkins), em uma casa muito mais modesta. Ela acaba encontrando um homem na Bay Area que pode resolver seus problemas financeiros, mas antes ela precisa descobrir quem ela é, e precisa aceitar que São Francisco será sua nova casa.
Tá aí uma coisa que eu podia ganhar dinheiro com: escrever sinopses. Gente, essa sinopse é a coisa mais triste do mundo. Dá uma idéia completamente diferente do que o filme é. Enfim.
Blue Jasmine é comédia e drama juntos. Incrível como Jasmine (Cate Blanchett) aparece em 99% das cenas do filme e você não cansa do personagem. Aliás, Cate Blanchett está maravilhosa. Eu não consegui tirar os olhos dela nenhuma vez. E ela é um personagem detestável. Ela é esnobe, não mede palavras, trata todos como inferiores. Com o tempo você vai descobrindo o porquê disso, o que aconteceu na vida dela. Mas acredito que seja a atuação de Cate Blanchett que faz você sentir empatia pela personagem. Jasmine perde tudo - dinheiro, marido, família - e é obrigada a morar com a irmã. É a relação das duas que direciona o filme. O filme inteiro é um contraponto entre as duas: Jasmine que é, à primeira vista, fútil e gananciosa, e sua irmã, que leva uma vida humilde e é feliz assim. As duas foram adotadas mas levaram vidas completamente diferentes.
Gosto do tipo de filme onde você vê pessoas reais, reações reais. Em Blue Jasmine, ninguém é perfeito. Jasmine culpa o mundo pelas coisas que acontecem com ela e não aceita que foi ela quem se colocou naquela situação. Quem nunca?
O filme é uma delícia de assistir com as paisagens de São Francisco ao fundo e os diálogos maravilhosos, característica que mais amo no Woody Allen.
E achei o final espetacular.