Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

I like #31

1. blog - anthropologie: apaixonada pelo blog da loja Anthropologie. Eles falam de tudo: roupas, receitas, música (tem umas playlists bem legais), decoração... dá pra perder um tempão :)
2. instagram - penguinthemagpie: eu juro que chorei com a fofura desse instagram. Uma família muito fofa adotou um pássaro que, apesar de poder voar e ser completamente solto, opta por ficar com eles. De vez em quando ele some por uns dias, mas sempre volta. Muita fofura. Muita vontade de ter um magpie (pelo que vi, em português esse pássaro se chama pega-rabuda, mas não tem no Brasil).
3. culinária - food 52: site de culinária bem famoso que eu não conhecia ainda. As receitas são bem legais, a maioria simples de fazer. Gosto de sites de receita que reúnem diversos tipos de culinárias em uma só :)
4. printables - jones design company: site cheio de ilustrações lindas para imprimir e prender na parede. Tudo de graça, coisa boa.

flower friday

Mais um post sobre minhas inaptidões jardinísticas.
A mini roseirinha foi a mais recente tentativa de manter ~alguma coisa~ aqui em casa. O meu pé de manjericão é meu orgulho, ele anda bem crescido e bem bonito. Já está na hora de podar e fazer um pesto <3 manjericão é o único tempero que deu certo aqui em casa. Tive um lindo e enorme que durou quase cinco anos, era quase uma árvore. Daí veio aqueles calores absurdos do verão e eu esqueci de regar UM DIA e ele morreu.
E esses são brotinhos de crista de galo, uma flor que tem nome de hpv mas é linda, parece de veludo. Uma coisa que aprendi sobre plantas em vasos grandes: colocar uma garrafa cheia de água assim de cabeça pra baixo enfiada na terra. A terra suga exatamente a quantidade de água suficiente para o broto sobreviver. Como? Não sei. Só sei que dá certo. 
Isso é uma orquídea muito da linda que ainda não floresceu esse ano. Eu não sei exatamente quando elas florescem ou quantas vezes por ano, mas aqui em casa sempre tem pelo menos uma florida.
A única planta que eu consigo realmente manter são orquídeas. Aqui em casa tem um monte, minha mãe está sempre ganhando porque ela é maravilhosa. Eu não sei quando se convencionou que orquídeas são bom presentes, mas por mim tudo bem. Acho que elas só sobrevivem na minha mão porque são plantas muito secas então é bem difícil afogar elas, que é o que faço com a maioria das minhas plantas.

Essas são todas orquídeas que estão pequenas demais para os próprios vasos e estou criando coragem de transplantar para um vaso maior, mas tenho medo de estragar elas no processo :(
Ainda não superei esse terrário que fiz. Depois de traumatizar por ter assassinado alguns cactus (sim.) por excesso de cuidado, pesquisei bastante para tentar fazer o terrário funcionar. Li algo no sentido de que as suculentas quando em terrários mantém a umidade porque a água não evapora direito então precisa regar muito raramente. Decidi simplesmente não regar meu terrário. Fodamsse. E até que deu certo, as plantinhas estão ali firmes e fortes. Talvez seja o unicórnio, vai saber...
Vasinhos aguardando a próxima tentativa de ter uma mini horta (todas até hoje frustradas e não foram poucas). Torçam por mim :)

Tag: problemas de um leitor

Adorei essa tag que vi no blog Expresso pra Dois e achei que seria legal fazer :)
São onze perguntas sobre problemas de leitores.

1. Você tem 20 mil livros para ler. Como você decide o vai que ler?
Não consigo decidir, fico surtando e acabo lendo qualquer outro novo que não esteja na lista pra não ter que lidar.

2. Você está no meio de um livro, mas não está gostando. Você para ou continua?
Eu sempre me dou o mínimo de 50 páginas. Se mesmo lendo 50 páginas eu não estiver com a mínima vontade de continuar lendo, desisto do livro. Após isso, vou até o fim, mesmo não gostando. O único livro que desiste quando já tinha lido uns 80% foi O Cemitério de Praga, do Umberto Eco. Nem é ruim a história, mas achei a leitura mega cansativa. Pretendo retomar um dia.

3. O fim do ano está chegando e você está perto, mas não tão perto de finalizar sua meta de leitura. O que você pretende fazer e como?
Transformar a meta em ~meta de leitura 2015/2016 (ou qualquer que seja o ano corrente/ano futuro) ~ hahaha.

4. As capas de uma série que você ama são horríveis! Como você lida com isso?
Não me importo com esse tipo de coisa pra ser sincera, até porque meio que só leio e-book no Kindle.

5. Todo mundo, incluindo sua mãe, gostam de livro que você não gosta. Como você compartilha esses sentimentos?
Não me importo, cada um gosta de ler o que gosta de ler :)

6. Você está lendo um livro e você está prestes a começar a chorar em público. Como você lida com isso?
Super choro e fico me explicando ainda pras pessoa em volta NÃO GENTE CALMA É QUE TÔ LENDO ESSE LIVRO QUE A HISTÓRIA É MUITO TRISTE, NOSSA, A GENTE PENSA QUE A MENINA VAI MORRER E NO FIM É O NAMORADO DELA QUE MORRE, E ELES FAZEM UM FUNERAL FALSO PRA ELE ANTES DE ELE MORRER E ELA ESCREVE O MEMORIAL MAIS LINDO E ELES VÃO JUNTOS PRA AMSTERDÃ E ZÁS E ZÁS E ZÁS.


7. A sequência do livro que você ama acabou de sair, mas você esqueceu parte da história anterior. Você lê o anterior novamente? Pula para a sequência? Lê uma sinopse ou resenha? Chora de frustração?!
Provavelmente leio uma sinopse ou resenha do Skoob, ainda que lembre bem da história anterior. Acho bom pra começar a leitura com o anterior fresquinho na cabeça.

8. Você não quer que ninguém, NINGUÉM, pegue seus livros emprestados. Como você educadamente diz às pessoas NÃO quando eles perguntam?
Ai eu empresto tudo desde que eu já tenha lido. Se eu não tiver lido apenas respondo "não li ainda, quando terminar de ler te empresto" e se eu já li eu meio que já dou pra pessoa mesmo, acredito que livro serve pra rotacionar e que todo mundo tem que ler tudo que tiver oportunidade. Por que vou deixar o troço juntar pó em uma prateleira se tem um monte de gente por aí querendo/precisando ler?

9. Déficit de Atenção. Você não conseguiu ler os livros que queria no último mês. O que você faz para voltar a ler mais?
A melhor forma que eu encontro de ler mais é sempre me obrigar a ler um pouquinho antes de dormir. Pra mim é tranquilo porque geralmente demoro bastante pra dormir... Sabe aquela pessoa que dorme com a cara no livro? Esse cara sou eu.

10. Há muitos livros novos que foram lançados e que você está morrendo de vontade de ler! Quantos deles você realmente compra?
Provavelmente o mais barato porque sou mão de vaca em relação ao livro. Não tenho essa ânsia toda, sei que o livro vai estar lá quando eu chegar na vez dele :)

11. Depois de ter comprado os novos livros que você tanto queria, quanto tempo eles ficam em sua prateleira antes de você realmente ler?
Compro um, termino de ler, compro outro, termino de ler...

Fiquem à vontade se quiserem responder a tag também.

TBT: Lisboa

Dando continuidade a série de Throwback Thursday de uma viagem que fiz para a Europa em 2012, hoje falo de Lisboa.
Sempre que falo que Lisboa é um dos lugares que mais gostei de conhecer, sempre tem alguém que se choca. Portugal não é o destino turístico mais visitado da Europa. Aliás, conheço pessoas que já andaram por quase toda a Europa e ainda não visitaram Portugal. Por que gente, por que?
Lisboa é um lugarzinho tão lindo, com tantos detalhes fofos, tanta gente simpática, tanto amor... Eu me apaixonei.
Não tem como negar que eu me senti em casa lá. Talvez seja a ausência da barreira linguística. Uma viagem é sempre um pouco menos legal quando você não consegue se comunicar direito com as pessoas. Eu pelo menos sou assim, quero conversar, quero me comunicar, quero perguntar coisas, e sempre que não consigo, seja pelo meu inglês um pouco precário ou seja por não encontrar ninguém que fale inglês, fico meio frustrada. Em Lisboa é diferente, você pede pra pessoa falar mais devagar e tudo se resolve. Aliás, eles já estão tão acostumados com brasileiros visitando que já falam mais devagar automaticamente quando percebem de onde você veio. Delícia.
No fundo, acho que dei sorte de ir na época certa. Pegamos o feriadão de Natal e todo mundo estava feliz e bem-humorado com as comemorações natalinas, como mostra essa bandeira lindinha do Menino Jesus, que juro que estava pendurada em uns 90% das janelas que vi. Portugal é um dos países mais católicos do mundo.
Mas quanto mais penso no assunto, percebo que o que me encantou de verdade foi a comida. Acho que podia passar o resto da vida comendo bacalhau, batatas e pastel de Belém e nunca enjoaria.

random

Volta e meia acumulo algumas fotos aqui no meu computador que meio que tiro para o blog mas meio que não sei o que falar delas. 
Câmeras bonitinhas. Nenhuma em uso atualmente porque não tenho filme para nenhuma haha fail. A mais linda é a Holga porque né gente <3 mas amo a instax também.
 Muita emoção essa bola de cristal para ver o futuro sou médium que minha mãe tem aqui em casa dá vontade de levar pra tudo que é lugar só pra tirar fotos.
Mais alguém viciou nos livros de colorir para adultos anti-estresse pró-relaxamento só que não porque você fica irritado que leva dezoito horas para terminar de pintar uma página? Siiim <3 comprei um de gatos gente, todas as páginas são gatos fazendo coisas maravilhosas. Quero morrer.
Cantinho bonito com Marilyn, Humphrey Bogart, ugly monster e almofada de coruja feitos por mim :)
 Pipeline só porque ele é lindo e gordo.
Isso era pra ser um 'o que levo na bolsa' mas as fotos ficaram feias, só essa se salvou :~

ukulele

Namorado me deu um ukulele e agora posso dizer para as pessoas que sei tocar um instrumento musical também, chorem.
Mentira, não sei.
Mas pra quem não sabia o que era um acorde (meio que ainda não sei hahaha) até que estou andando bem. Já conisgo até tocar uma versão leve de La Vie en Rose <3 <3 <3
Próximo passo, aprender a tocar E cantar junto. Do jeito que canto (e toco!) mal, desde já desejo boa sorte aos vizinhos :)
Tenho aprendido na internet mesmo, essa coisa de Deus onde tem tudo junto e reunido. 
Mas o mais legal do ukulele é que ele é essa coisinha linda, né minha gente? Olha que coisa mais fofa que eu quero levar para todos os lugares que vou e ficar tirando fotos dele com todas as paisagens do mundo de fundo... Pode?