Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

fevereiro 2012: o que teve


Assistindo... Funny Face. Sou fã da Audrey e tenho muitos filmes dela. Quando voltei da viagem, a primeira coisa que fiz foi assistir Funny Face, que se passa quase todo em Paris. Muita emoção conhecer todos os lugares que aparecem no filme. 
Lendo... O Código da Vinci, Dan Brown. Estava no apartamento que alugamos em Paris. Comecei a ler lá, por falta de opção e por ser um dos poucos livros em inglês (eu não falo francês). Quando estávamos devolvendo o apartamento, minha mãe (que fala francês) comentou com a dona que eu não tinha conseguido terminar de ler e ela foi muito querida e acabou me dando o livro. Achei um livro ok. Nada muito espetacular, nada muito ruim. Teoria da conspiração não é a minha praia, mas o livro é bem escrito e prende bastante.
Ouvindo... Nei Lisboa - Bar de Mulheres. Essa música é ótima.
Querendo... Férias eternas porque né, as minhas terminam amanhã. :(
*A idéia para esse meme veio do blog August Street com uma leve adaptada.

30 day song challenge #19, 20, 21: from your favorite album, you listen when you're angry, you listen when you're happy

Day 19 - a song from your favorite album
Come As You Are, Nirvana. Nevermind é meu álbum preferido since ever. Acho que foi o primeiro CD que eu comprei. Foi tipo um evento, comprei com meu próprio dinheiro mesada. Ainda tenho ele e quando estou meio nostálgica coloco para tocar. Confesso que já tive uma mini obsessão mórbida² pelo Kurt Cobain, causada por esse CD. Acho que vai ser eternamente meu favorito.

Day 20 - a song that you listen to when you’re angry
Tem que ser uma música que te deixe com vontade de quebrar tudo para colocar tudo para fora. Com certeza Chop Suey, do System of a Down. Apesar de ser meio tétrico gritar que anjos merecem morrer guturalmente. Não gosto da banda nem nada, mas a música é ótima. Recomendo para os momentos de tensão. Depois olhe isso e morra de rir do jeito que você cantou. Aí a raiva passa e você pode seguir sua vida normalmente.

Day 21 - a song that you listen to when you’re happy
Qualquer uma que eu goste para ficar mais feliz ainda. Vou dizer Someday, The Strokes. Sei lá, acho que a banda combina com esse tipo de momento. Gosto da batida, dá vontade de sair dançando por aí, cantar loucamente, enfim...

30 day song challenge #16, 17, 18: used to love but now hate, hear often on the radio, wish you heard on the radio

Day 16 - a song that you used to love but now hate
Tantas! Todas aquelas músicas que você ouve um dia, pensa que ela é demais, não entende como nunca tinha ouvido e promete amá-la eternamente. Aí você coloca na lista principal do seu Ipod, ouve ela no repeat 15 mil vezes, em todas as rádios/lojas/noites que você escuta/compra/frequenta e do nada você nunca mais quer ouvir ela de novo. Clássico. A mais recente foi Owl City - Fireflies. Aquele piririr inicial já me faz querer cortar os pulsos.

Day 17 - a song that you hear often on the radio
Putz, alguém ainda ouve rádio? Porque eu não. Só no carro, muito de vez em quando. No tempo que eu ouvia rádio (Pijama Show, antes de dormir, clássico) só tocava Nenhum de Nós... Faz tanto tempo, acho que era em julho de 83. Hahahaha. See what I did there? Quem não entendeu vai aqui.

Day 18 - a song that you wish you heard on the radio
Como disse, não tenho esse costume, mas nas raras vezes que ouço rádio parece só estar dando Lady Gaga, e uns rapper americanos, ou  nas rádios mais "alternativas" reggae e surf music. Sei lá. Gostaria de ouvir rock dos anos 70 e também bandas locais, como Vera Loca - Suadinha. Fica a dica para quem não conhece procurar no youtube, acho bem válido.

I like #8


1 - D.I.Y. alce empalhado de papelão. Sensacional. Estava louca para tentar fazer um desses mas nunca tinha encontrado nenhum tutorial parecido, então tinha decidido fazer sozinha só "de olho". Óbvio que a perspectiva de ficar horas tentando descobrir onde/como recortar/encaixar/colar me desanimou. Quando encontrei esse tutorial fiquei muito feliz. Pretendo providenciar papelão em breve. Como se não bastasse, o blog Casa de Colorir é lindo e cheio de idéias legais par o lar. 
2 - dear blank, please blank. Adorei a proposta desse site. São recadinhos cheio de humor sobre as mais variadas coisas e pessoas. Engraçadinho e perdi uma boa meia hora olhando as páginas.
3 - Lomogracinha. Conheci esse blog de fotografia (apesar do nome, não é só de lomografia) já faz um tempo e adorei. Achei muito bem escrito e fácil de entender. Recomendo para os fotógrafos que nunca conseguiram aprender nada iniciantes. As indicações de flickr são ótimas e muito bem selecionadas pelas autoras. Me fez ficar com vontade de retomar com a lomografia. Já sinto meu bolso chorar. Veremos.
4 - keep calm and carry on o-matic. Depois da banalização da frase "keep calm and carry on", andou aparecendo por aí um monte de versões diferentes. Nesse site você pode criar a sua própria. Você escolhe a frase, a fonte, o fundo e até a imagem que aparece em cima e depois pode salvar e imprimir. Achei super válido.

D.I.Y.: travesseiro musical

Esse é meu quarto, essa é minha cama, esse é meu lençol coral de algodão egípcio (lençol, te amo!), essa é minha parede verde água que está me deixando louca porque está vazia (já já isso será resolvido, aguardem), esse é meu abajur com lâmpada fluorescente que não cabe nele, esse é meu quadro torto da Audrey Hepburn e, finalmente, esse é o travesseiro que eu fiz e que vou "ensinar" para vocês. Achei que ficou legal na minha cama, mas em breve vou resgatar um sofá meu que foi dar um passeio e é em cima dele que o travesseiro vai ficar, junto com outras almofadas.
Você vai precisar de: tinta para tecido, pincel, régua vazada com letras, fronha branca e música preferida.
Nada pode ser mais simples. Escolha uma música que signifique algo para você, estique a fronha em uma superfície lisa e comece os trabalhos. Recomendo que esse projeto seja feito na frente da televisão porque demorou bastante. Ou deixe o travesseiro pra lá e faça uma almofada.
Escolhi a música Nothing Else Matters do Metallica porque acho essa letra sensacional. E a banda também.
Trabalho em andamento. Coloquei um livro dentro da fronha pois a que comprei é muito fina e fiquei com medo que manchasse o outro lado (manchou o livro, significa...). Tenho preguiça Não gosto de fazer as coisas com perfeição, então não fiquei medindo tamanho de linha nem nada.
Depois de muitas letrinhas cheguei a conclusão que o melhor jeito de fazer é esse: primeiro trabalhe as pontas da letra e depois pinte o meio. Não sei porquê, mas foi o que deu mais certo. 
Prepare um paninho com álcool e dê uma limpada na régua depois de cada letra, para não borrar. Eu não fiz isso e ficou meio porco. Mesmo assim gostei.

Quando terminar e secar, é só colocar no travesseiro. E aí você também terá um travesseiro musical.
Todo mundo aqui de casa aprovou, mas a opinião que mais importa é a do Pipeline, já que a cama também é dele. Pelo visto ele está de acordo.

30 day song challenge #13, 14, 15: a guilty pleasure, no one would expect you to love, describes you

Day 13 - a song that is a guilty pleasure
Abba, Dancing Queen. Piora: se eu pudesse fazer da minha vida um musical, essa música ia estar incluída. A cena ia ser linda. Eu ia estar dançando na rua, sozinha, e de repente o padeiro começa a me acompanhar e depois o policial e tenho toda a coreografia na minha cabeça. DISCO WILL NEVER DIE!

Day 14 - a song that no one would expect you to love
Sublime - What I got. Gosto muito de Sublime. Por algum motivo desconhecido, a maioria das pessoas que semi-conheço (daquele tipo que temos que socializar em aniversários de pessoas mais próximas) também gosta. Já recebi algumas expressões de choque quando entendi as referências a banda, quando falei que gostava, enfim... Nunca entendi o porquê, parece que quem usa lápis preto está impossibilitado de gostar de qualquer coisa a não ser caras cabeludos.

Day 15 - a song that describes you
Pork and Beans, Weezer. Faço o que eu quero, não devo nada a ninguém e não ligo para o que você pensa. Me identifico imensamente. A pré-adolescência ligou e pediu a rebeldia de volta.

30 day song challenge #10, 11, 12: makes you fall asleep, from your favorite band, from a band you hate

Day 10 - a song that makes you fall asleep
Vale chuva? Se não, qualquer Jack Johnson, John Mayer e coisas parecidas dá soninho (mentira, dá tédio, mas não posso renegar meu passado surf music). Vou ir de Banana Pancakes, Jack Johnson.

Day 11 - a song from your favorite band
Já pensei muito sobre o assunto banda favorita e decidi que a minha é Green Day. Desde que adquiri gosto por música (ao mesmo tempo em que adquiria um cérebro, porque né) amo Green Day. É a banda mais constante na minha vida. É do gênero, estilo, tipo que mais gosto, enfim... Ter ido no show deles foi um sonho realizado. A preferida acho que é Longview, Green Day. A sequência do baixo é sensacional, a letra é sensacional, o clipe é sensacional, Billie Joe Armstrong é sensacional.

Day 12 - a song from a band you hate
Sei lá, normalmente se não gosto da banda não conheço nenhuma música. Mas algumas são impossíveis de fugir né? Talvez Ragatanga, Rouge. Rouge é uma das coisas mais estúpidas que já ouvi.

diário ilustrado

Quando criei esse blog não sabia até quando ia durar, mas a verdade é que percebi o quanto é bom ter algum tipo de registro da sua vida. Não escrevo nada aqui muito pessoal, mas é porque eu sou assim mesmo. Mesmo pessoalmente sou reservada. É, sou muito meio esquisita.
Enfim, digo tudo isso para explicar que recentemente comecei um diário ilustrado, já que meus registros escritos (e registros visuais) ficam aqui no blog mesmo. Sempre tive cadernos de desenhos, mas nada muito ligado ao meu dia-a-dia. Também não estou desenhando todos os dias nem nada, é só quando bate a inspiração mesmo.
Esse foi o caderninho que escolhi para começar esse "projeto". Acho uma fofura. Comprei em uma livraria em Nova York já faz algum tempo e estava aqui parado. É, também sou viciada em coisinhas de papelaria. Aliás, tenho mais uma quantidade enorme de caderninhos e moleskines para serem usados quando este acabar.
Desenhei essa lustre quando estava em Lisboa. Lá se encontra por tudo referências as navegações. Esses lustres (postes?) estavam por todos os lugares na parte histórica. Como não amar?
Aproveitei o diário para treinar meu portunhol em Madri. Faço essas letras com aquelas réguas específicas para isso mesmo, que tem as letras vazadas. 
Londres é um dos lugares mais legais de desenhar. Uma caneta vermelha e uma preta e você está pronto para começar. Na esquerda, um guarda da rainha. Vimos um pedaço da troca de guarda no Palácio de Buckingham e achei bem legal. Na direita, um ônibus retrô da linha 15 (o fim da linha era muito próximo ao nosso hotel e ele passa por vários pontos turísticos). Conseguimos pegar esse ônibus retrô várias vezes. Tenho uma amiga que está morando em Londres há mais de 01 ano e falou que conseguiu entrar nele uma ou duas vezes só. Acho que tivemos sorte. É tão bonitinho.
Na esquerda, um texto que adoro, que na verdade é uma propaganda da Apple. Na direita, o Big Ben.
Esse desenho da esquerda não é minha criação, na verdade é de uma tirinha do Abstruse Goose, que é sensacional. Clique na imagem do link e vá clicando em cada imagem. Vale a pena dar uma passeadinha pelo site, eu adoro. No desenho da direita eu estava inspirada recém chegada em Lisboa, então usei uma frase de Fernando Pessoa para ilustrar.
Enfim, esses são os desenhos que mais gosto do meu mais novo diário ilustrado. Como podem ver não sou muito boa desenhista e nem muito boa fotógrafa. Da próxima vez acho que vou escanear.

30 day song challenge #7, 8, 9: reminds a certain event, know all the words to, can dance to

Day 07 - a song that reminds you of a certain event
Blink 182, What's My Age Again. Me lembra a minha formatura do colégio. Na cerimônia, podia escolher a música que ia tocar quando você fosse chamada para receber o diploma, e fiz um mix dessa e da música de abertura do Jackass. Hahaha. Juventude, dessa vez você fez certo. Teria entrado no salão de eventos dentro de um carrinho de supermercado se alguém fosse comigo. Pretendo me formar em gabinete na faculdade, mas se fosse participar da cerimônia escolheria a mesma música. Acho que ainda traduz o mesmo sentimento que sentia quando terminei a escola e que até hoje me assola, de esperarem que eu aja de uma maneira adulta mas a verdade é que não sei como e, principalmente, não quero. I never want to act my age. Sim, eu acho Blink profundo, não me julguem OK? (TOM, NUNCA TE ESQUECI, ME LIGA!)

Day 08 - a song that you know all the words to
Todas que eu gosto, todas que apareceram aqui até agora e provavelmente que vão aparecer. Mas me orgulho de saber a letra toda de Faroeste Caboclo, Legião Urbana, e de Mr. Jones, Counting Crows. Aliás, vi que vai ter um filme baseado na música Faroeste Caboclo, alguém sabe quando sai? Acho que vai ser muito ruim interessante. Fico no aguardo.

Day 09 - a song that you can dance to
Usher - Yeah. Não tem erro. Pizza, cotonete, joga fora. É sério. Se me empolgo, me sinto fico igual ao Carlton. Quem não entendeu veja esse vídeo e esse vídeo. É por isso que você nunca vai me ver dançando (o que não me impede de dançar enlouquecidamente quando ninguém está vendo). OBS.: o gif ao lado demonstra muito bem minhas habilidades na dança.

cores #1



Vi essa idéia em um blog uma vez (não lembro a fonte, se alguém souber avisa) e achei bem legal. Consiste em reunir várias coisas que você possui de uma determinada cor e fotografar. Escolhi rosa para começar porque gosto bastante dessa cor. É, tenho 5 anos.
Dentro da xícara (branca com bolinhas rosas) tem pente, espelho de princesa que veio num Mc Lanche Feliz, tinta e canetas. Ao lado, creme hidrante da linha Essentiales da Vichy, que gosto e uso muito, e Bed Head Ego Boost, o melhor companheiro de cabelos ruins do mundo. Tem também um porta-retratos com foto do Pipeline, que já apareceu por aqui. Na frente corujinhas, batons e esmaltes variados. À esquerda minha querida Holga (beijo, sua linda). Na frente dela, um porta-jóias fofinho que comprei em Versailles (a imagem é da Maria Antonieta). Mais alguns batons, lip balm de cupcake, lipbalm de cereja da H&M, iluminador da Maybelline e esfoliante Flake Away da Soap & Glory. A bandeja está em cima de um livro da Taschen da Frida Kahlo, artista que adoro, e um livro com fotos da Audrey Hepburn, artista que também adoro.

3 is a collection #5

Passado o Natal e uma viagem de quase 45 dias pela Europa, minha coleção de corujinhas deu uma boa aumentada. Já tenho 17, isso sem contar as miudezas, tipo colares, brincos e afins.
Encontrei muitas corujinhas pela Europa, mas essa de mosaico é a mais linda de todas. Veio de Madri e faz par com o touro de mosaico que já tinha. Adoro esse olhar assustador dela. Se você encarar ela muito tempo, fica com um pseudo medo que ela pisque. Hahaha.
E essas minúsculas? A da esquerda comprei em um mercado de pulgas em Paris. Tinha várias outras corujinhas no mesmo cesto, acho que alguém resolveu vender sua coleção, mas essa era a mais fofa de todas. A do meio veio de Madri também. Quando comprei ela achei que era a menor coruja do mundo, até que encontrei essa da direita, que na verdade é uma moeda da sorte que comprei em uma loja de souvenir em uma cidadezinha da Alemanha. É uma lucky penny, ou seja, uma moeda de 01 centavo de euro. Essa moedinha vai habitar meu coração (e minha carteira) eternamente.
A de baixo ganhei de presente de Natal da minha tia. Ela é linda e tem um filhote tão lindo quanto ela. Amei o tom de azul dela. Muito fofa. Encontramos em uma feirinha do Natal-Luz aqui na serra gaúcha.
O porta-bijus de cima a esquerda ganhei de uma amiga que também estava em Paris e encontrou essa fofura pra mim. É muito fofo e acho que vou colocar dentro só as minhas bijuterias de corujinhas. Hahaha. Breguisse define.
A de madeirinha é um enfeite de árvore de Natal, mas vou pendurar em algum lugar do meu quarto. Ainda estou vendo onde ela vai ficar, por enquanto tá servindo de colar para outra coruja. Veio da Alemanha (aliás, os enfeites de Natal de lá são de morrer, trouxe alguns para minha avó que sempre monta uma árvore linda).
Os colares achei no Park Güell, em Barcelona, e achei tão queridas. Achei grande para usar no pescoço, pelo menos pra mim, então deixei elas penduradas na maçaneta do meu quarto.
Ai, elas ficam tão lindas juntas! Acho que vou deixar assim ao invés de espalhar pelas prateleiras do meu quarto. Corujas queridas, fica aqui minha declaração de amor por vocês.
*Ah, mudei um pouco as coisas aqui no blog. Ainda não sei se gostei desse, mas a brancura extrema do layout anterior estava começando a me incomodar. Vamos ver quanto tempo esse dura.

30 day song challenge #4, 5, 6: makes you sad, reminds of someone, reminds of somewhere

Day 04 - a song that makes you sad
Música para corta os pulsos... Céline Dion, All by myself? Hahaha, brinks (not). Olha, sendo muito clichê, aquela do Pearl Jam, Last Kiss. Acho que o sádico que escreveu a música pensou "vou deprimir alguém hoje" e foi lá e fez. Lembro que nos meus tempos de glória quando eu não sabia inglês e descobri essa música achei ela bem legalzinha. Aí fui ler a letra e tipo TAPA NA CARA sabe. Lembrando que "quero te dar" também poderia estar incluída na categoria de música que me deixa triste, porque olha, oremos.

Day 05 - a song that reminds you of someone
A Whole New World, do filme Aladdin, me lembra minhas amigas. Sim, assistimos clássicos da Disney juntas. Pior do que isso, nos reunimos mensalmente para assistir clássicos da Disney em festas de pijamas. Fica pior: na última sequer tinha álcool. Hahaha juventude, você está fazendo isso errado.

Day 06 - a song that reminds you of somewhere
La Vie en Rose, Piaf. Acho que nem precisa dizer que cidade me lembra né... Aliás, todas as músicas da Piaf me lembram Paris.. Vocês sabiam que o corpo dela foi transportado clandestinamente do lugar em que ela faleceu (no interior da França) para o cemitério Père-Lachaise, em Paris? Para mim, não podia ter sido diferente. Piaf é Paris.

30 day song challenge #1, 2, 3: favorite, least favorite and makes you happy

Decidi fazer o 30 day song challenge, que encontrei no Facebook. É um meme (DETESTO essa denominação) em que, durante 30 dias você coloca uma música relacionada a alguma coisa. Achei que seria mais prático colocar agrupado, para não encher o blog de besteiras (porque esse é um blog muito sério e culto, OH WAIT). Tem um pessoal que tá colocando vídeos, mas não sei colocar vídeo no blog só vou colocar se for um vídeo muito especial. Então aí vai:

Day 01 - your favorite song
Essa acho que vai ser a mais difícil, pois tenho fases musicais e em cada fase tenho uma música preferida diferente. No entanto, rock já passou da categoria "fase" para categoria "ultimate song genre", uma vez que ouço esse tipo de música há anos. Acho então que posso escolher a minha música preferida desse gênero. Apesar de tudo ter começado com Nirvana (Kurt, ainda te amo) acho que vou ter que escolher AC/DC, Highway to Hell. AC/CD não é minha banda preferida, mas ouço essa música continuamente pelos últimos 10 anos, ou seja, escolhi o caminho do inferno na metade da minha humilde vida. Muito amor.

Day 02 - your least favorite song
Vale jingle? Gente, PÔNEIS MALDITOS! Sério, aquilo é a coisa mais chata do mundo. Odeio. No mais, poderia até citar algum funk, mas a verdade é que tenho respeito por todos os artistas, até porque né, não é todo mundo que consegue fazer sucesso com o nome "valesca" e o apelido "quero dar". Ok, incluam "quero te dar" na categoria least favorite song, JÁ!

Day 03 - a song that makes you happy
Acho que vou ter que ir com EEls, Hey Man (now you're really living). Gosto da batida, gosto de cantar no chuveiro, gosto da letra. A letra é até muito pessimista, mas é como eu sou e como eu me sinto 100% do tempo. Tipo, life sucks, mas é assim que é, o máximo que podemos fazer é tentar viver uma vida menos ordinária (huuum, see what I did there?). Bizarro que isso me faz feliz, mas né, aceitação é o primeiro passo para superação. Hahaha.

Segue a lista, se alguém se interessar (e me avisa para eu linkar aqui nos posts):
day 01: your favorite song
day 02: your least favorite song
day 03: a song that makes you happy
day 04: a song that makes you sad
day 05: a song that reminds you of someone
day 06: a song that reminds you of somewhere
day 07: a song that reminds you of a certain event
day 08: a song that you know all the words to
day 09: a song that you can dance to
day 10: a song that makes you fall asleep
day 11: a song from your favorite band
day 12: a song from a band you hate
day 13: a song that is a guilty pleasure
day 14: a song that no one would expect you to love
day 15: a song that describes you
day 16: a song that you used to love but now hate
day 17: a song that you hear often on the radio
day 18: a song that you wish you heard on the radio
day 19: a song from your favorite album
day 20: a song that you listen to when you’re angry
day 21: a song that you listen to when you’re happy
day 22: a song that you listen to when you’re sad
day 23: a song that you want to play at your wedding
day 24: a song that you want to play at your funeral
day 25: a song that makes you laugh
day 26: a song that you can play on an instrument
day 27: a song that you wish you could play
day 28: a song that makes you feel guilty
day 29: a song from your childhood
day 30: your favorite song at this time last year

comprinhas de beauty

Com certeza não ia conseguir passar pela Europa sem fazer algumas comprinhas de beleza. Olhando assim até que fui contida, mas só em maquiagens mesmo. Os cosméticos são outra história (estoquei água termal da La Roche Posay para os próximos milênios).
Resolvi comprar apenas coisas de marcas que não encontro por aqui. Até acho que vale a pena comprar MAC no exterior, mas sinceramente? Preguiça do auê em volta dessa marca.
Comprei o Lip Stain da Astor (em cima) e o Eyeliner da Essence em uma farmácia na Alemanha. O delineador é preto (ainda não tinha dessa cor em gel) e dura uma eternidade. Usei todos os dias depois que comprei. Não gostei muito da textura do Lip Stain (amei a cor), mas vou dar outra chance.
O lápis preto (esquerda) é da L'Occitane e me pareceu bem promissor. Não usei porque estava obcecada pelo delineador, mas passei um pouquinho na mão pra ver a cor e demorou horrores para sair.
Ao lado do delineador (ambos os lados) estão dois lipbalms bem fofinhos. O da esquerda é da H&M e o da direita tem formato de cupcake. MUITO AMOR.
Vaselina é vaselina. Não sei porque gostei dessa lata, comprei na Primark em Londres mas deve ter em muitos lugares.
Em cima a sombra verde e o delineador cinza chumbo da Urban Decay que comprei a preço de banana na Sephora de Paris. Acho que são de uma coleção antiga por isso estavam em promoção, custaram menos de 10 euros. Queria muito a Naked Palette, mas o orçamento não permitiu (gente que troço mais caro e não me venham com xurumelas que sai mais barato do que comprar sombra unitária e mimimi porque só blogueira de beleza compra 12 tons de marrom em sombra unitária). Enfim, gostei do tom verde da sombra e já testei e dura bastante. Acho que deve ficar bonito fazer delineado com ela também (sim, sou brega). O delineador tem uma cor linda, mas preciso aprender a não comprar mais delineadores líquidos, simplesmente não sei usar direito. Delineador em gel + pincel chanfrado = amor eterno.
As sombras em glitter e seu respectivo primer são da Sephora. Achei interessante, mas ainda não deu pra testar porque né, são douradas. Tenho que esperar uma festa aparecer, e do jeito que minha vida noturna (social/própria) anda, vai demorar. Hahaha.
Que tal os lip balms? Não são fofinhos? O da H&M tem um cheiro muito bom e hidrata razoavelmente. O de cupcake valeu só pela embalagem. Adorei!

galaxy nails

Assim que vi o post "O universo em suas mãos" no blog Pequenina Vanilla sabia que eu não ia me segurar e ia tentar fazer aquelas unhas. O tutorial ensina a deixar as unhas com um efeito lindo de nebulosa. Apesar de eu achar que pode ser considerado um nail art (o que normalmente acho bem brega), é bem discreto e bonito. Saiu isso:
Para fazer é bem mais fácil do que parece, passa um esmalte escuro de base (usei um azul escuro) e depois vai adicionando camadas de esmalte mais claro (usei verde militar, rosa e azul claro) por cima com uma esponja (usei aquelas queijinho de maquiagem). No tutorial dá pra entender direitinho.
Tive um pouco de dificuldade em encontrar um esmalte claro que realmente aparecesse por cima do escuro sem ter que passar 15 camadas. O rosa ficou bem aparecido, mas o azul (sereia da impala) quase nem se vê. Recomendo testar antes de sair pintando todas (eu) para ver se funciona. Não passei top coat porque achei que o glitter deu um bom acabamento. Achei que a unha ia ficar super grossa e marcada por causa da esponja, mas tá bem bonita.
É isso, quando terminei e parei para analisar pensei que tinha falhado miseravelmente, por causa do contraste entre o rosa e o azul, mas com o tempo comecei a achar bonito e agora estou adorando. Com certeza vou tentar de novo com outra combinação de cores.

tô chegando na Cohab...

 
Gansos aparecidos em Munique (certeza que ganso era com Ç, beijo pro tio google, deixando os ignorantes menos ignorantes since ever).
Fico pensando como os bichinhos sobrevivem no frio absurdo que estava por lá e com os lagos parcialmente congelados. Acho patos em geral muito bonitinhos, mas de preferência que fiquem longe de mim. Quando eles chegam muito perto, tenho certeza que eles vão bicar meus olhos e arrancá-los fora. Sim, essa sou eu. Tenho medo de animais fofinhos.
Esse ganso surgiu do nada na foto, achei engraçado, só faltou ele fazer "BU!". A mania de tirar 03 fotos da mesma coisa traz esses momentos únicos...
No momento estou me preparando para enfrentar 24 horas de trânsito aéreo. Brasil me aguarda, mas já sinto saudade de Paris.
Detesto pagode, mas por algum motivo Negritude Júnior (shame on me) resume meu momento em poucas frases:

"Tô chegando na Cohab
Pra curtir minha galera
Dar um abraço nos amigos
E um beijinho em minha cinderela
Que a festa vai rolar até tarde
E avisa o Chambourcy
Que tem Danone à vontade
Vai ficar legal, pagode na Cohab, no maior astral
Bem em frente a lanchonete
Sambando e fazendo um grande carnaval"

Hahaha, muito amor.